Evento online gratuito discute efeitos da pandemia na proteção dos direitos de crianças e adolescentes

Nenhum comentário

O juiz Adhemar Prisco da Cunha Neto, um dos organizadores do evento

O juiz Adhemar Prisco da Cunha Neto escreveu texto destacando a importância do evento “A Intersetorialidade na Proteção dos Direitos da Criança e do Adolescente”, que se propõe a debater o impacto gerado pela pandemia e lançar sementes para o enfrentamento dessas dificuldades. Com transmissão pela TV UNITAU, o evento, “on line” e gratuito, poderá ser acompanhado pelo YouTube. Veja abaixo:

Adhemar Prisco da Cunha Neto(*)

A infância é celebrada no mês de outubro e o leitor, por certo, carrega consigo vivas lembranças dessa rica fase da vida. As brincadeiras, o convívio em família, os professores, os amigos. Enfim, o contexto que envolve o desenvolvimento saudável do ser humano. Aquele que preparará a pessoa para os desafios da vida adulta.

Como pais e mães, a nossos filhos almejamos a infância saudável. Que lhes seja garantido o direito às experiências típicas da idade. À construção das suas próprias memórias, para que um dia também sejam adultos plenos.

A desigualdade sócio-econômica, porém, afasta de grande parcela da população mundial a prerrogativa de celebrar. Seja pelas marcas deixadas em virtude da infância roubada, seja pela impossibilidade de proporcionar melhor oportunidade aos filhos. Por isso, compete à sociedade valer-se do momento comemorativo para refletir. O crescimento sustentável está intrinsecamente relacionado à redução das desigualdades. Através da garantia dos direitos básicos do cidadão constrói-se uma sociedade mais justa e fraterna. Garantia que começa com a proteção à infância.

Atentos à relevância do tema, organismos internacionais preconizam a proteção integral à criança e ao adolescente. Nesse contexto insere-se a proibição ao trabalho infantil.

O Tribunal Regional do Trabalho da 15a Região, por intermédio do Comitê de Combate ao Trabalho Infantil e Estímulo à Aprendizagem e dos Juizados Especiais da Infância e Adolescência, convida para um momento de reflexão dia 13 de outubro de 2021, a partir das 10h. Os impactos econômicos e sociais da pandemia foram fortemente sentidos pelas camadas mais vulneráveis da sociedade. Avanços construídos ao longo de anos estão em risco. A olhos nus constata-se o aumento do trabalho infantil.

O evento “A Intersetorialidade na Proteção dos Direitos da Criança e do Adolescente” se propõe a debater o impacto gerado pela pandemia e lançar sementes para o enfrentamento dessas dificuldades. Com transmissão pela TV UNITAU, o evento, “on line” e gratuito, poderá ser acompanhado pelo YouTube através do link https://youtu.be/NW83SUgsGTg.

Contamos com sua prestigiosa presença.


(*) Juiz do Trabalho, Coordenador do JEIA – Juizado Especial da Infância e da Adolescência do Vale do Paraíba